Campanha nacional pede pausa na obesidade infantil

  • 05/Dez/2019 15h12
    Atualizado em: 05/Dez/2019 às 15h14).

A obesidade infantil é um problema mundial de saúde pública a ser vencido. Dados do Ministério da Saúde mostram que a situação deste tema no Brasil precisa de mais atenção porque 15,9% das crianças menores de cinco anos e 29,3% das crianças de 5 a 9 anos estão com excesso de peso. Os dados demonstram que três em cada grupo de 10 crianças, de 5 a 9 anos, estão acima do peso. No Tocantins, dados de 2018, o excesso de peso em crianças menores de cinco anos é de 12,6% e, de 5 a 9 anos, corresponde a 21,5%.

Para diminuir estes índices o Ministério da Saúde lançou no mês de novembro, uma Campanha Nacional de Prevenção e Controle da Obesidade Infantil, composta de vídeos com diversas informações acerca do assunto e incentivando o estímulo a hábitos alimentares mais saudáveis, a prática de esportes e de brincadeiras ao ar livre pelas crianças, além do alerta para que diminuam o “tempo de tela”.

De acordo com a nutricionista da área técnica de Alimentação e Nutrição da Diretoria da Atenção Primária do Tocantins, Terezinha Franco, “as estratégias que o Tocantins vem adotando para prevenção da obesidade infantil referem-se ao acompanhamento do peso corporal por meio da vigilância alimentar e nutricional que acontece em todas as unidades do Sistema Único de Saúde (SUS), além de qualificação contínua dos profissionais de saúde, onde é divulgado o guia alimentar para crianças menores de dois anos”, afirmou.

Segundo ela, “essa campanha é muito importante porque veio alertar a população, as famílias e os profissionais de saúde que o problema da obesidade infantil existe e precisamos nos desenvolver cada vez mais ações de prevenção e controle no nosso país e no nosso estado”, concluiu. (Fonte: SES-TO)