Policiais Civis do Tocantins são condecorados pela seccional da OAB no Tocantins

  • 18/Dez/2020 17h37
    Atualizado em: 18/Dez/2020 às 17h44).

Homenagem foi um reconhecimento pela ação que culminou na prisão do suspeito da morte de advogados em Goiânia

O trabalho executado pela Polícia Civil do Tocantins por ocasião da prisão em Porto Nacional do suspeito de assassinar a tiros dois advogados em Goiânia foi alvo nessa quinta-feira, 17, do reconhecimento da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Tocantins (OAB-TO). A condecoração “Amicus Advocatus” foi entregue para policiais civis da 1ª e 7ª Divisão Especializada de Repressão ao Crime Organizado, respectivamente, DEIC de Palmas e Porto Nacional, e para outros agentes das forças de segurança pública do Tocantins.

Para o delegado-chefe da 1ª DEIC Palmas, Eduardo Meneses, a homenagem é bem-vinda, pois reconhece o trabalho das forças de segurança pública do Tocantins que não mediram esforços na captura do suspeito. “Entregamos o investigado para a Polícia Civil do estado de Goiás e cumprimos com nossa missão”, afirmou o delegado.

Responsabilidade

Para a delegada-geral da Policia Civil, Raimunda Bezerra de Souza, o reconhecimento da OAB é ao mesmo tempo motivo de regozijo e também de maior responsabilidade para com o combate à criminalidade. “Nós da Polícia Civil estamos orgulhosos por nossos policiais homenageados. Cumprimos o nosso dever e auxiliamos nossos coirmãos da Polícia Civil de Goiás”, observou Raimunda Bezerra.

A presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Estado do Tocantins (Sinpol-TO), Suzi Francisca, parabenizou os policiais civis homenageados. “Esse reconhecimento só reafirma o quanto a nossa Polícia Civil é importante. Parabenizo os colegas pela garra e determinação no cumprimento da sua missão constitucional, essa homenagem foi mais do que merecida”, afirmou a presidente do Sinpol.