Sob alegação de Araguaína ter sido preterida na composição da majoritária de Wanderlei Barbosa, Halum desiste de candidatura a federal

  • 11/Aug/2022 19h19
    Atualizado em: 11/Aug/2022 às 19h26).

Ex-secretário da Governadoria na gestão de Wanderlei Barbosa, César Halum se desincompatibilizou para disputar uma cadeira na Câmara dos Deputados. Entretanto, nesta quinta-feira, 11, ele surpreendeu a todos com o anúncio da desistência da disputa. Em uma carta dirigida aos tocantinenses, ele justificou a decisão com o fato de Araguaína e a região Norte do Estado terem sido ignorados na composição da chapa majoritária do governador e candidato à reeleição, Wanderlei Barbosa.

“Não consigo aceitar esse isolamento do norte. A região mais populosa do estado deixou de ser ouvida”, diz a nota de Halum. A seguir, a íntegra da nota.

“Olá, amigos, e amigas tocantinenses,

Sempre tive muito orgulho e honra de representar o povo tocantinense nos meus mais de 30 anos de vida pública.

Nesse período nunca me acovardei ante qualquer situação, e a ATITUDE que tomo agora é a prova disso.

Trabalhei em defesa do Tocantins, em especial da minha amada ARAGUAÍNA e da REGIÃO NORTE, que, por mais que eu lutasse, foram IGNORADOS e DESPRESTIGIADOS nessa composição majoritária que tentei ajudar a construir.

NÃO CONSIGO ACEITAR ESSE ISOLAMENTO DO NORTE. A região mais populosa do estado deixou de ser ouvida.

Por discordar totalmente com essa condução política, deixo de concorrer a eleição para deputado federal.

Agradeço a confiança e o apoio de todos os tocantinenses, continuarei defendendo a bandeira de um TOCANTINS INTEGRADO, onde todas as regiões tenham VEZ e VOZ.

Contem sempre comigo! A Região Norte jamais será esquecida.

Um abraço do seu amigo César Halum.

Até breve!”